segunda-feira, 29 de junho de 2015

Absurdo dizer...


É tão absurdo dizer
Que um homem não pode amar
A mesma mulher toda a vida
Quanto dizer que um violinista
Precisa de diversos violinos
Para tocar a mesma música.

 Honoré de Balzac

Escultura-  Michel Hendrich 

sábado, 27 de junho de 2015

Danço ...


Ao sentir a suavidade e a leveza do teu toque, danço.
 Como bailarina preparo-me para rodopiar
Ao som de letras repetidas e gravadas na minha mente
Tocadas pela tua voz que  me embriaga e me carrega
A um mundo mágico onde a sedução
Exala por todos os poros e sentidos.

 Leônia Teixeira
Foto-  John Elvin

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Uma luz melhor que a do sol...


AH! QUEREM uma luz melhor que a do Sol!
 Querem prados mais verdes do que estes!
 Querem flores mais belas do que estas que vejo!
 A mim este Sol, estes prados, estas flores contentam-me
 Mas, se acaso me descontentam,
 O que quero é um sol mais sol que o Sol
O que quero é prados mais prados que estes prados
 O que quero é flores mais estas flores que estas flores
 Tudo mais ideal do que é do mesmo modo e da mesma maneira!

 Alberto Caeiro
 Heterónimo de Fernando Pessoa
foto- Robert Williamson

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Esta gente !


Esta gente cujo rosto
 Às vezes luminoso
 E outras vezes tosco
 Ora me lembra escravos Ora me lembra reis
 Faz renascer meu gosto
 De luta e de combate
 Contra o abutre e a cobra
 O porco e o milhafre
 Pois a gente que tem
 O rosto desenhado
 Por paciência e fome
 É a gente em quem
 Um país ocupado
 Escreve o seu nome
 E em frente desta gente Ignorada e pisada
 Como a pedra do chão
 E mais do que a pedra Humilhada e calcada
 Meu canto se renova
 E recomeço a busca
 De um país liberto
 De uma vida limpa
 E de um tempo justo

 Sophia de Mello Breyner Andresen

Imagem-Escultura e Arte

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Acredito...


Eu ainda acredito em fadas, em criaturas estranhas, em pessoas invisíveis ao meu redor.
 Continuo a acreditar em animais falantes, e tudo que as pessoas julgam que não é real.
 Continuo a acreditar em sonhos, também os que normalmente não podem ser atingidos.
 Eu ainda acredito nas coisas bonitas e de beleza que não quer algo em troca.
 Eu ainda acredito na esperança, e eu continuo a acreditar no destino.
 Acredito que se algo tem de acontecer, vai acontecer de qualquer forma.
 Eu ainda acredito em momentos felizes, que raramente aparecem.
 E continuo a acreditar que o tempo vai consertar as coisas.

 Acredito em tudo, porque convicção é a nossa força.
 Desconhecido

foto-Maria Adelaide Brito Gomes

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Sou como a lua...


Sou como a lua
 Transpareço o meu romantismo
 Quando minguo,me recolho
 Quando cresço, me inspiro
 Quando nova, recomeço
Quando cheia, ilumino

 Neidinha Borges

foto- Rafael Ramos                                                        

domingo, 14 de junho de 2015

Surge então um novo céu...


Rasgam-se as nuvens no céu estrelado
 invade-se a vontade de gritar, o Sol mantém-se ao longe...calado
 ouvindo o som do belo luar.
 A fada desperta do sono encantado
 com a sua harpa de sonho a tocar
o sol dormindo...sonha deleitado
vislumbrando ao longe um novo acordar
 Surge então um novo céu...a nevar de noite e durante a madrugada,
 O sol mantém-se coberto a sonhar com estrelas e com a sua amada...
 Ouve-se ao longe um galo a cantar, adivinha-se o nascer de um novo dia
A lua vai-se embora a chorar, mas o Sol...desperta com alegria.
 A lua adormece por fim.
 Mas o Sol nada leva a mal, pois ama a Lua tanto assim,
 que voltará a encontrá-la num sonho de Natal...

 Desconhecido

foto-Daniel Ridgway Knight 1839-1924

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Oração....



 Se algumas pessoas se afastarem de você
Não fique triste
 Isso é resposta da oração...

 "Livrai-me de todo o mal,  Amém"

 Caio Fernando Abreu
 foto-   Vichaya Pop

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Dá-me lírios


Dá-me lírios, lírios
E rosas também.
Mas se não tens lírios
 Nem rosas a dar-me
Tem vontade ao menos
De me dar os lírios
E também as rosas
Basta-me a vontade
Que tens, se a tiveres
De me dar os lírios
 E as rosas também
 E terei os lírios –
 Os melhores lírios –
 E as melhores rosas
Sem receber nada
A não ser a prenda
 Da tua vontade
 De me dares lírios
 E rosas também.

 Álvaro de Campos
Montagem de foto-Maria Adelaide Brito Gomes

terça-feira, 9 de junho de 2015

Quem abre a porta ao gato?



Quando abro a porta corre para mim
 como acorre a mulher aos braços do amante.
 Pego-lhe ao colo e acaricio-o num gesto lento
 vagarosamente, do alto da cabeça até ao fim da cauda.
 Ele olha-me e sorri, com os bigodes eróticos, olhos semi-cerrados
Em êxtase, ronronando.
 Repito a festa, vagarosamente, do alto da cabeça até ao fim da cauda.
 Ele aperta as maxilas, cerra os olhos, abre as narinas
E rosna, rosna, deliquescente, abraça-me
E adormece.
 Eu não tenho gato, mas se o tivesse quem lhe abriria a porta
Quando eu morresse?

 António Gedeão

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Chorei...


Chorei
Porque não era mais uma criança
Com a fé cega de criança.
Chorei
Porque não podia mais acreditar e adoro acreditar.
Chorei
Porque daqui em diante chorarei menos.






Chorei porque perdi a minha dor
E ainda não estou acostumada com a ausência dela.

 Anaïs Nin

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Era uma rosa encarnada !


Era uma noite apressada/ depois de um dia tão lento
 Era uma rosa encarnada/ aberta nesse momento .
 Era uma boca fechada/ sob a mordaça de um lenço
 Era afinal quase nada,/ e tudo parecia imenso!...

 David Mourão-Ferreira
Montagem de foto
Maria Adelaide Brito Gomes

segunda-feira, 1 de junho de 2015

ASSIM...


Assim como o oceano
Só é belo com luar
 Assim como a canção
 Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
 Só acontece se chover
 Assim como o poeta
 Só é grande se sofrer
 Assim como viver
 Sem ter amor não é viver
 Não há você sem mim
 Eu não existo sem você

 Tom Jobim e Vinicius de Moraes