domingo, 2 de abril de 2017

José Manuel Neto - Guitarrada


A guitarra portuguesa é um instrumento muito difundido em Portugal
sendo o que mais se aproxima do sentimento Lusitano do povo português.
A guitarra portuguesa tem um timbre de tal modo inconfundível
que, onde quer que esteja, qualquer português a reconhece aos primeiros acordes.
É um instrumento musical carregado de simbolismo
e, à mercê da sua longa aliança com o Fado
é conotado com o "modo de ser" português.
Destino, fado e saudade são palavras que naturalmente
se associam ao trinado da guitarra portuguesa.
"Para interpretar o Fado, nenhum instrumento mais de jeito que a guitarra.
 Está costumada a cantar tristezas desde a mais remota antiguidade
 e além disso fala tão baixinho que não chega a incomodar
 os grandes, os felizes, os opulentes.
 quase uma criança que chora ou uma mulher que suspira.
 Impressiona e não atordoa. Faz-se ouvir, mas não se impõe
" - citação de Alberto Pimentel, em Photographias de Lisboa, pág.64.
 De origem bastante remota, foi outrora designada por guitarra mourisca
 por ter certa semelhança com o alaúde,
 que os árabes introduziram na Península Ibérica
sendo, no entanto, as características dos dois instrumentos algo distintas.
 As origens da guitarra portuguesa remontam à Idade Média
 a um instrumento chamado cítula.
Esta evoluiu ao longo dos tempos, passando pela cítara
culminando na guitarra portuguesa
Começando por ser instrumento habitual nos salões da alta burguesia
 sobreviveu e transformou-se nas mãos do povo,
para se tornar, actualmente, num instrumento popular.

texto- google





Sem comentários:

Enviar um comentário